Violência contra a pessoa idosa é crime e deve ser denunciada

Publicado: 15/06/2020

Em Cianorte, a Secretaria Municipal de Assistência Social, valendo-se da visibilidade proporcionada pelo Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa (15 de junho), reforça a disseminação de informações em combate aos abusos vivenciados pelo público da terceira idade, incentivando a população de modo geral a utilizar os canais de denúncia.

Devemos estar atentos a toda ação ou omissão, cometida uma ou várias vezes, que prejudica a integridade física e/ou emocional, seja em atos violentos, com uso da força ou de armas; negligência; abusos sexuais, patrimoniais e psicológicos; entre outros, inclusive a autonegligência, que é a conduta do próprio idoso em recusar cuidados de terceiros”, destacou a coordenadora setorial da Proteção Social Básica, Maria Zélia Ferreira Pietraroia.

De acordo com o Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741), a violência contra a pessoa idosa é crime. “Portanto, não deve ser encarada como algo normal, mas sim denunciada e combatida”, salientou a coordenadora. Segundo a secretária da pasta, Marlene Bataglia, no momento em que estamos vivendo, com a pandemia da Covid-19, é provável que as vulnerabilidades sofridas pelos idosos se amplifiquem. “A privação do convívio social contribui para que a violência se perpetue. Por isso, devemos redobrar a atenção”, orientou.

Os casos de violência contra a pessoa idosa podem ser denunciados por telefone, em canais como o Disque 100 (que funciona diariamente, 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados); o Disk-Idoso (linha municipal pelo número 165, no horário de expediente da Prefeitura, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30); e o 190 (Polícia Militar). Além disso, há o apoio do CREAS, que atende pelo 3631-6132 e presta suporte às famílias com casos de ameaça ou violação de direitos; assim como o Ministério Público e a Defensoria Pública.

Fonte: Assessoria de Comunicação