Pesquisa da SMEL aponta motivações dos cianortenses para prática física e esportiva

Publicado: 14/09/2021

Levantamento contribui para a formulação de políticas públicas para a manutenção e incentivo das atividades

Mais de duas mil pessoas, com idade entre 18 e 64 anos, participaram de uma pesquisa inédita em Cianorte, promovida pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL), nos meses de maio e junho deste ano. O objetivo foi mapear os componentes motivacionais da prática física e/ou esportiva. Para isso, o público-alvo foi o de praticantes regulares de exercícios. Os dados, coletados por profissionais de Educação Física, por meio de questionário baseado na literatura especializada, passaram por análise de um software e foram divulgados nesta terça-feira (14).

“A pesquisa envolveu 44 questões sobre cinco fatores gerais, que foram isolados e avaliados um a um. O apontado como principal motivador para a prática física e/ou esportiva foi o psicológico, que abrange o controle do estresse, diversão e bem-estar, com 82% de adesão dos entrevistados, seguido pela condição física, com 80%. Já o fator estético, que envolve o controle de peso e a aparência, teve 63% das indicações; o de saúde, como reabilitação ou prevenção a doenças, 61%, e o interpessoal, como o reconhecimento social ou em competições, teve 24%”, destacou o professor Vitor Hugo Ramos Machado, um dos responsáveis pela tabulação dos resultados.

O perfil completo auxiliará no direcionamento dos trabalhos realizados pela Prefeitura, em especial na formulação de políticas públicas de intervenção para potencializar a manutenção das pessoas nas atividades e, consequentemente, minimizar o abandono. “Os resultados apontam convergência dos principais fatores motivacionais com o nosso cenário atual, que é a promoção de práticas para a saúde física e mental da população. Como inovação, estamos trabalhando para a ampliação das possibilidades de esportes de aventura e exercícios em contato com a natureza”, afirmou a secretária da SMEL, Pauliane Moreno Guides.

“Nosso agradecimento a todos os envolvidos com esta iniciativa, desde a equipe da SMEL, os profissionais de Educação Física, os mais de dois mil entrevistados e as empresas parceiras, como academias de musculação e crossfit, espaços de pilates, squash, tênis, beach tennis, entre outros, que abriram suas portas para que a pesquisa fosse realizada com seus alunos”, concluiu a secretária.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social