Inscrições para o Festival Arte e Cultura in-live terminam neste domingo

Publicado: 10/06/2020

Mudanças no regulamento ampliam possibilidades de participação. Interessados devem cadastrar proposta por formulário on-line e enviar um vídeo. Selecionados receberão cachê de R$ 500

Considerando as restrições sociais impostas pelo combate ao novo coronavírus (Covid-19), que incluem a suspensão dos eventos presenciais, a Prefeitura de Cianorte, por meio da Divisão de Cultura e com o apoio da Câmara de Vereadores, está promovendo o Festival Arte e Cultura in-live. Uma iniciativa que visa minimizar os impactos sobre os profissionais do setor artístico local que, em virtude das medidas de enfrentamento a pandemia, deixaram de se apresentar ao público e, consequentemente, de receber cachê.

Trata-se da alternativa que vem sendo aplicada com êxito no mundo todo: a exibição de lives pelas redes sociais. As inscrições estão abertas e seguem até este domingo (14). Os interessados devem cadastrar uma proposta por formulário on-line, de acordo com o regulamento, disponível no site do Município (http://cianorte.pr.gov.br/) ou diretamente pelo link <https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfd6KAZdQWYPYmeLCm_BjyBfJjB2wWJxeZ0WAWmGQkJ69Gryg/viewform>, assim como enviar um vídeo para análise da comissão de avaliação, por e-mail (cultura@cianorte.pr.gov.br) ou Whatsapp (44) 99131-5009. Os selecionados participarão da transmissão, em data a ser estabelecida, com cachê de R$ 500.

É importante salientar que fizemos ajustes no regulamento, conforme solicitações que recebemos por parte da população, para que o Festival contemple não só os artistas que dependem exclusivamente de sua arte como renda, mas também os que possuem outras fontes de rendimento e se utilizam da arte para complementar a receita”, destaca a chefe da Divisão de Cultura, Silvana Camargo. No total, a iniciativa beneficiará 20 projetos.

Podem participar somente artistas da cidade de Cianorte, com mais de 18 anos, em propostas individuais ou em equipes de no máximo seis pessoas, com atuação comprovada, podendo ser nas mais diversas áreas, linguagens e modalidades, como música, teatro, dança, artes visuais, contação de histórias, literatura, cultura popular, números circenses, quadros de humor, clip, entre outros. Além de custear os cachês, a Prefeitura arcará com a locação do espaço, equipamentos e tecnologias necessárias para a transmissão, realizada pelas redes sociais do Município (Facebook e Instagram).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação