Teto Solidário completa cinco anos e comemora a construção de 180 moradias

Publicado: 20/02/2018

Aniversário de criação do programa foi celebrado por gestores e beneficiários em solenidade com café da manhã A satisfação de ter realizado o sonho da casa própria tomou conta do Centro de Eventos Carlos Yoshito Mori na manhã do último domingo (18). Isto porque, o local sediou a comemoração do aniversário de cinco anos de criação do Teto Solidário, programa da Prefeitura que, com o apoio do deputado estadual Jonas Guimarães e da Câmara de Vereadores, viabiliza a construção de moradias, por meio da doação de materiais como areia, cimento, lajotas, pedras e telhas, para as famílias com renda mensal de até três salários mínimos. O encontro reuniu gestores e beneficiários do programa que, com uma solenidade, café da manhã e momentos de confraternização, celebrou a marca de 180 contemplados, sendo que 160 já estão residindo nas moradias edificadas e 20 receberam a autorização para a retirada dos materiais, que pode ser efetuada a partir dessa segunda-feira (19). “Sair do aluguel para habitar um imóvel próprio muda para melhor toda a estrutura familiar, pois se adquire os sentimentos de estabilidade e segurança, além da certeza de que se tem algo para deixar para os filhos. É por isso que sou um incansável defensor desse programa, que dá condições para que as pessoas trabalhadoras, que conquistaram a compra de um terreno a duras penas, consigam efetuar a construção do imóvel, muitas vezes, idealizado por toda a vida. Parabéns aos contemplados, pois são merecedores”, destacou o deputado estadual Jonas Guimarães. Nesse sentido, o prefeito Bongiorno, juntamente com o vice, Beto Nabhan, salientaram a importância dos programas sociais. “Somando o Teto Solidário com o Minha Casa Melhor, o Transporte Solidário e o Água Solidária, temos o maior plano de economia de renda da história do município para aqueles que mais precisam. É por meio dessas iniciativas que o município subsidia materiais para construção e melhoria de moradias; preço da passagem da circular, sendo 25% do valor para linhas em Cianorte e Vidigal e de 75% para São Lourenço; bem como contas de água de até 10 mil litros”, disse, citando outras ações, como a distribuição de leite e cursos de qualificação profissional, que também ajudam a poupar as finanças dos beneficiários. Representando a Câmara Municipal, os vereadores Silvio do Pátio, Márcia Pereira e Sérgio Mendes, renovaram o apoio à iniciativa. Já a secretária municipal de Assistência Social, Marlene Benalia Bataglia, e o chefe da Divisão de Assuntos Comunitários, Antonio Lino da Silva, prestaram agradecimentos aos membros da comissão gestora do programa, que são responsáveis pelas inscrições dos interessados, verificação das condições de enquadramento, seleção e acompanhamento. “É tudo feito com muito profissionalismo e transparência”, garantiu Marlene. De acordo com o cronograma de trabalho, novos beneficiários devem ser contemplados em junho. [gallery link="file" columns="1" size="medium" ids="1105755"] "]

Fonte: