Prefeitura distribui insumos e equipamentos para 95 produtores rurais

Publicado: 27/02/2020

Com investimento de aproximadamente R$ 490 mil, a iniciativa visa o uso racional dos recursos naturais

Com o objetivo de modernizar o planejamento e a gestão ambiental para a correta utilização dos recursos naturais, a Prefeitura de Cianorte, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural Iapar/Emater e a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab), realizou a compra e a distribuição de materiais e equipamentos para dezenas de produtores rurais. O investimento de aproximadamente R$ 490 mil, contou com recursos do Governo do Estado e uma contrapartida do município, beneficiando 95 famílias.

O Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias tem como objetivo tornar mais justo e ambientalmente sustentável o acesso a oportunidades de desenvolvimento econômico e humano, por meio da manutenção do meio ambiente, uso racional dos recursos naturais, conservação dos recursos hídricos, solo, atmosfera e da qualidade de vida das pessoas. 

Ao todo, foram distribuídos 6.480 metros de materiais para a construção de cercas (palanques, arame, balancins e catracas); 454,85 toneladas de calcário; 160,2 toneladas de adubo; além de 628 horas de pá carregadeira para os serviços de curva de nível e a recuperação de nascente de rios com pedriscos, barras de cano e cimento. “Os equipamentos e os insumos serão utilizados para ajudar na recuperação do solo agrícola e preservação dos nossos rios, evitando a erosão. Isso aumenta consideravelmente a produtividade, pois o solo estará enriquecido e produtivo”, explicou o secretário municipal de Agricultura, Georges Robert Charron Júnior.

“Queremos, com essa iniciativa, preservar duas das grandes riquezas da nossa cidade, a terra e a água. Com isso, ajudaremos o nosso Estado a seguir como modelo de produção agropecuária e de conservação ambiental”, comentou o prefeito Bongiorno. “Aderimos ao Programa, porque entendemos que o uso inadequado e intensivo do solo pode acarretar problemas de erosão e manutenção de vias rurais, gerando grandes transtornos, não apenas para nós, mas, principalmente, para as futuras gerações”, finalizou.

Com informações da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento

Fonte: Assessoria de Comunicação