Comitê territorial busca melhorar ambiente de negócios de micro e pequenas empresas da Amenorte

Publicado: 18/07/2018

Com o objetivo de aumentar o desenvolvimento econômico da região, representantes públicos e lideranças dos municípios que integram a Amenorte (Associação dos Municípios do Médio Noroeste do Paraná) formaram, na manhã dessa terça-feira (17), o Comitê Territorial da região, denominado como Território da Moda. O objetivo do Sebrae com a iniciativa, que já acontece em outras 20 localidade do estado, é debater a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (LC 123/2006) e propor melhorias para o ambiente de negócios desses empreendimentos.

Segundo a agente de desenvolvimento regional do Sebrae, Thais Marla Contin, o comitê irá enfatizar seis dos temas propostos pela Lei Nacional, sendo eles: inovação, desburocratização, educação empreendedora, compras governamentais, acesso a serviços financeiros e associativismo. “Os assuntos serão debatidos profundamente nas câmaras temáticas, formadas neste encontro, que reunirão mensalmente os membros que possuem afinidade com cada tema, e, posteriormente, serão levados às plenárias, que acontecerão a cada três ou quatro meses”, explica.

“Com isso, pretendemos reduzir a burocratização; proporcionar a longevidade, desenvolvimento e crescimentos das empresas; ampliar ofertas de emprego; aumentar a renda; possibilitar o acesso a linhas de crédito; entre outras coisas” completou o representante do gerente regional do Sebrae, Marcos Aurélio Gonçalves, que ainda explicou a forma como o comitê irá atuar. “Iremos compartilhar boas práticas, incentivar a criação e implementar ações territoriais, contribuir com os comitês municipais e municípios que abrangem esse território e sugerir e articular ações estruturantes”, disse.

Em nome do prefeito de Cianorte, Bongiorno, o vice, Beto Nabhan, acompanhado do secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Wanderley Fernandes, demonstrou apoio à iniciativa. “Hoje, no nosso país, os pequenos negócios representam 99% do total de empresas, número que compreende microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Na nossa cidade, o cenário não é muito diferente. Sendo assim, esse comitê, que tem o objetivo de melhorar o ambiente de negócios desses empreendimentos, tende a fortalecer o nosso cenário econômico”, pontuou.

Fonte: Assessoria de Comunicação